top of page

Salário Família da doméstica tem reajuste em 2024

Atualizado: 22 de jan.

O salário-família é um valor pago ao empregado doméstico, de acordo com o número de filhos ou dependentes, com idade até 14 anos.

O cidadão precisa enquadrar-se no limite máximo de renda estipulado pelo governo federal.


Pode adiantar o 13° nas férias?



O que é salário-família?


O salário-família é um benefício previdenciário para trabalhadores de renda baixa que têm filhos/dependentes de até 14 anos ou com deficiência de qualquer idade. 

Esse benefício tem o objetivo contribuir como um complemento à receita dos trabalhadores de baixa renda.   

O valor é pago mensalmente aos profissionais em regime CLT, como um valor à parte do seu salário. E o valor varia conforme o número de dependentes do contratado.


Mas, para receber o benefício, você precisa cumprir os requisitos que o INSS impõe. Acompanhe agora as regras.



Quem tem direito ao salário-família?


Para ter direito ao salário-família, é necessário: 

  • trabalhar de carteira assinada; ou

  • ser trabalhador avulso (categoria que presta serviço obrigatoriamente por meio de sindicato ou órgão gestor de mão de obra).

Requisitos para receber o salário-família:

  • receber até R$ 1.819,26 por mês (em 2024); 

  • ter filho ou dependente direto com menos de 14 anos ou filho com deficiência de qualquer idade.


Qual o valor do salário-família?


O valor que você vai receber depende da quantidade de filhos.

Cada dependente que se enquadre na regra garante o valor de R$ 62,04 por mês (em 2024). 

Portanto, se a família tiver dois filhos o valor é de R$ 124,08, se forem três, sobe para R$ 186,12, e assim por diante.


Vale ressaltar que esse valor também costuma ser ajustado todos os anos pelo governo.


Como solicitar o salário-família?


Você que tem carteira assinada deve pedir o salário-família diretamente para o seu empregador. Isso também vale para o empregado doméstico.



Salário-Família x Bolsa Família


Apesar de serem comumente confundidos, o salário-família e o Bolsa Família são distintos e possuem diferentes requisitos.


O salário-família é um valor fornecido aos trabalhadores que atuam sob a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), ou seja, que têm carteira assinada e contribuem para o INSS.


Já o Bolsa Família é um projeto de transferência de renda para indivíduos de extrema pobreza.


O benefício é uma quantia concedida conforme o número de filhos ou pessoas equivalentes da família do trabalhador, se este estiver dentro do limite de renda previamente estabelecido.


Ao contrário de outros benefícios do INSS, a obtenção do salário-família não exige um tempo mínimo de contribuição.



Em conclusão, têm direito ao salário-família empregados enquadrados na CLT qu recebem mais o salário mensal até R$ 1.819,26 por mês e possuem filhos menores de 14 anos ou inválidos de todas as idades.


Este benefício, focado na família, pode ser solicitado por cada membro que satisfaça o critério indicado.

Logo, ambos os pais têm a capacidade de requerer o salário-família quando elegíveis.



A relação com a doméstica é protegida pelas leis trabalhistas e, muitas vezes, pode prejudicar financeiramente o empregador que não estiver atento, como o não pagamento do salário família.


Com a Doce Lar você tem a tranquilidade durante a gestão da sua doméstica.


Quer tirar dúvidas, fale com nossos analistas de forma gratuita.


Quer conhecer mais sobre nossos serviços, Acesse Aqui e Saiba Mais. 



240 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page